"Sou uma pessoa alegre, divertida e com um sentido de humor muito apurado. Gosto de brincar a falar a sério e falar a sério a brincar. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania. Tenho felicidade para puder ser doce, mas também tenho amargura para puder ser fria. Sei retribuir em dobro o que fazem para me agradar. Não sei amar pela metade, gosto de ter
tudo por inteiro."
Oh, Doctor. You keep my mind afloat everyday. I hope everybody else who sees this will travel to Gallifrey, discover its beauty and fill this space with their experience there.
Visit my other friends who had been on the TARDIS, will you?
"I´m a Grenade!"
"Eu preciso saber"

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 @ 21:13 | leave a comment?


E o que é que queres que eu faça? Que ignore os factos e continue sorrindo para as pessoas? Não, não o vou fazer, não vou sorrir se a minha vontade é perder-me no meio de lágrimas, não vou sorrir se não tenho motivos para isso, muito menos vou sorrir para parecer bem. Sabes o quanto certas atitudes tuas me magoam? Sabes o quanto dói certas palavras redigidas por ti? Mesmo que não te apercebas doí, doí de uma maneira intensa, de uma forma forte, toca bem cá no fundo. As tuas atitudes tornam o meu coração mais fraco e deixam dúvidas em relação a todo o sentimento que dizes sentir por mim. Em alguns momentos ignoras-me, noutros passas a publicar, para que todos possam ver, os teus pensamentos ou os teus desejos e nem sequer pensas nas consequências que tudo isso pode trazer. Se preferes dez a uma capaz de te fazer feliz, então peço-te que vás, que me deixes. Corta os laços que entre nós existem, não há justificação para me continuares a enganar ou a enganar-te a ti próprio. Não te obrigo a sentires por mim o que por ti sinto, nunca o fiz e também não é agora que o irei fazer. Se tomares a decisão de partires, espero que nunca venhas a sentir metade daquilo que sinto, espero que encontres aquilo que em mim não foste capaz de encontrar, ou simplesmente nem te dês-te ao trabalho de procurar. Estavas á espera que fosse fácil? Querias que fosse só chegar aqui e dizeres palavras bonitas e pensares que eu acreditaria em tudo? Estou farta de palavras sem sentido, farta de sentimentos expressos sem significado, esperava atitudes, mas não as vejo. Caí na realidade, e ainda bem que não deixei que tudo isto avançasse. Não sei se suportaria. Acho que não entendes metade do amor que tenho por ti, queria simplesmente fazer-te sentir e não apenas dizer-te. Podes pensar o que quiseres, mas estou ligada a ti de uma maneira que nem eu própria encontro a explicação. Desculpa por tudo e por nada, desculpa o meu ciúme impulsivo, mas é o que dá querer-te só para mim. Eu só quero saber a verdade, só quero perceber o que realmente sentes por mim. Se não for amor eu vou respeitar-te, mas prefiro a verdade e acredita que não é com essas atitudes que me vais fazer acreditar que é amor tudo o que sentes.
Recent Posts or Older Posts?